5 fatos sobre o futuro do mercado na contabilidade

O segmento contábil foi um dos primeiros a ser impactado pelo avanço da tecnologia da informação, a partir de novos softwares e ferramentas fiscais que não só diminuem o trabalho do contador, mas também reduzem os erros.

O futuro da contabilidade é promissor tanto para empreendedores estabelecidos quanto os novos. Ou seja: a tecnologia na contabilidade tem atuado de forma positiva neste mercado.

Portanto, se você quer tirar o máximo proveito de uma carreira neste campo, há cinco fatos MUITO importantes para saber sobre o futuro do mercado de serviços na contabilidade:

Sem título.pngwksxmnik

1 INTELIGÊNCIA HUMANA NÃO PODE SER SUBSTITUÍDA

Enquanto o aprendizado das máquinas e a inteligência artificial avançam “na velocidade da luz”, os trabalhos de contabilidade operacional são eliminados e substituídos pela tecnologia que realiza essas tarefas com mais rapidez e eficiência.

Isso faz parecer que a tecnologia é uma ameaça. No entanto, isso NÃO significa que seu trabalho está em risco.

O que precisa se lembrar é que os trabalhadores mais bem-sucedidos têm habilidades que não podem ser substituídas por computadores.

Como um computador vai substituir uma consultoria para a situação específica de uma determinada empresa? Como a máquina oferecerá uma estratégia apropriada para seu cliente?

2 – É UM ÓTIMO MOMENTO PARA SER UM PROFISSIONAL DA CONTABILIDADE

As empresas de contabilidade estão expandindo. Por que será?

A maior preocupação no mercado é que, nos últimos 10 anos, tem tido uma grande escassez de contadores de qualidade. Esse é um cenário otimista para quem deseja entrar em um campo que não é supersaturado. Segundo dados americanos de 2016, a taxa de desemprego dos contadores nos Estados Unidos caiu para 2,2%, ante a média nacional de 4%.

No Brasil, o mercado não está diferente. Enquanto existem muitos serviços de contabilidade que oferecem o básico e plataformas virtuais dispondo de softwares e contabilidade automática, continuamos sedentos de contadores capazes de atuar como gestores e empreendedores para seus clientes. Ou seja…

se quer ser um contador diferenciado e ajudar o seu cliente a ir para um outro patamar, você está no momento certo e no mercado certo.

3 – INVISTA EM UMA ESPECIALIZAÇÃO, MBA OU MESTRADO

Se você quer uma carreira com muito espaço para o crescimento salarial, é importante investir o tempo e uma parte do seu orçamento para obter uma pós-graduação.

Felizmente, com programas online e agendamento de aula flexível, está se tornando mais fácil buscar educação avançada durante o trabalho. Alguns ambientes profissionais mais antenados até ajudarão a subsidiar sua educação.

4 SEJA ESPECIALISTA EM UM NICHO

Se puder criar um nicho para si mesmo e se tornar um especialista em um subcampo específico de contabilidade, você será muito mais valioso.

Por exemplo, temos visto um aumento constante na contabilidade de saúde, porque é um mercado que sempre será relevante e importante e, consequentemente, terá empregos disponíveis.

5 – AS CIDADES MENORES PRECISAM DE VOCÊ

À medida que a economia muda, também aumenta a necessidade de trabalhadores de qualidade em diferentes cidades.

Existem cidades que estão emergindo em todo o Brasil e apresentam mais oportunidades que os maiores centros. Escolher uma cidade que tenha alta qualidade de vida e esteja em crescimento.

Um lugar com empresas novas precisa de trabalhadores talentosos de contabilidade para ajudar seus negócios e economias a crescer. Você pode ser um deles e parar de brigar por uma vaga em um grande centro.

 

 

experimente.jpgnovo

 

Anúncios

A importância da nota fiscal

A emissão de notas fiscais é comum na sua empresa? Você sabe a importância dela? Algumas empresas acabam deixando de emitir notas fiscais por falta de conhecimento ou até mesmo por não entenderem a sua importância.

Confira aqui qual a importância de emitir notas fiscais e quais são os riscos que seu negócio pode correr se não emiti–las.

Sem título.png

A nota fiscal é um documento que comprova a realização de transações de diversas naturezas envolvendo mercadorias e produtos ou prestação de serviços. Emitir nota fiscal é uma prova de que sua empresa está em dia com os tributos devidos ao governo, isso gera confiança aos seus clientes. Além de ser um fator importante em diversos casos como expressar o real faturamento da empresa, isso dará mais segurança na hora de planejar o futuro de seu empreendimento.

Diariamente muitas empresas cometem erros ao emitirem suas notas, e acabam se deparando com problemas que podem afetar sua validade jurídica e a sua recepção ao fisco. Um problema muito recorrente é a rejeição de notas fiscais, que ocorre normalmente por conta do número do CNPJ errado, nesse caso é sempre de extrema importância conferir todos os dados antes de emitir uma nota fiscal.

A emissão de notas ficais requer muita atenção, até para evitar problemas futuros de fiscalização. Caso as notas fiscais forem emitidas com inconsistências e ocorra uma fiscalização, as multas podem chegar até R$ 1.000,00 por documento.

Na emissão de notas fiscais para qualquer regime tributário, é importante ter rotinas que simplifiquem o trabalho do empresário, e que de preferência tenham integração com a contabilidade, ter acesso e mobilidade para acessar as notas quando quiser também é importante, e ter um bom sistema emissor de notas que lhe de o suporte necessário é fundamental.

A dica é ter uma plataforma de gestão de notas fiscais que arquive seus documentos de forma organizada e segura, que lhe ajude na emissão, checagem e conferencia das NF-E, melhore a eficiência de recebimento de XML por parte de seus fornecedores e verifique a validade jurídica desses XML recebidos.

Se ainda assim você se perguntar se é obrigatória a emissão de nota fiscal, a resposta é sim!

Crie a consciência de que é necessário entender qual total faturado na empresa e registrar essas informações, isso só facilitará o gerenciamento do empreendimento.

Assim a administração tem uma visão clara e total de quais atitudes tomarem para um melhor planejamento e desenvolvimento da empresa.

A obrigatoriedade de emissão de nota fiscal está prevista em lei 8.846/94.

A prática de não emissão de notas fiscais é crime, também conhecido como sonegação fiscal e as consequências são danosas ao empreendimento.

Segundo o portal tributário, a penalidade para sonegação fiscal pode variar de 2 a 5 anos de reclusão além de multa de 225% sobre o valor da sonegação, previsto em artigo 1º da Lei 8.137/1990 e artigo 44 da Lei 9.430/1996.

Portanto, antes de pensar na possibilidade de não emitir as notas fiscais, pondere todos os pontos e analise as consequências.

Lembre-se que o melhor caminho é sempre o correto.

Logo_MGA_Com_Cadastre-se

5 PRINCIPAIS ERROS QUE EMPRESAS DE CONTABILIDADE COMETEM

O papel da contabilidade é essencial para a saúde financeira de pessoas físicas e jurídicas. O contador tem diversas atribuições importantes e quando atua com maestria é extremamente útil em vários aspectos.

No entanto, o oposto também pode ocorrer. Existem algumas falhas que, quando cometidas, podem comprometer  não só as análises e a demonstração contábil, mas também as próprias decisões tomadas pela gestão.

Continue a leitura e saiba mais sobre cada um deles!

Sem título.png12

 

 

Lançamentos duplicados

Os lançamentos duplicados são alguns dos mais tradicionais erros do contador. Pode parecer algo banal, mas o fato é que isso causa muito impacto na saúde financeira da empresa. Verificar diariamente os lançamentos e confrontá-los com as contas do negócio é uma ótima maneira de evitar isso e pode ser feito, a título de conferência, por qualquer pessoa que acompanhe a contabilidade do empreendimento de perto.

Lançar valores errados

A pressa em fazer a demonstração contábil pode ser determinante para que o contador lance valores errados. Isso impacta, além da própria demonstração, em diversos processos e relatórios fundamentais para o funcionamento de um empreendimento, como o demonstrativo de resultados e os balanços patrimoniais.

A realização de conferências mensais, por exemplo, pode reduzir esse tipo de situação, mas é importante que o profissional de contabilidade redobre a atenção na hora de fazer os lançamentos.

Não estimular a reserva de capital

O papel do contador vai além da análise e gestão dos números. Ele precisa indicar caminhos mais seguros para a saúde financeira do empreendimento.

É muito comum que as empresas se comprometam com o pagamento de suas obrigações, não se preocupando em poupar, mas o fato é que é muito importante que ela crie uma reserva de capital. Isso pode ser primordial para que a gestão não seja pega de surpresa com gastos extras, como processos judiciais ou pagamentos de FGTS em caso de demissões.

Desatualização do contador

A desatualização é outra questão que levam a erros do contador. Como sabemos, a legislação e o mercado são dinâmicos e estão em constante evolução. Muitos profissionais ficam limitados aos balanços, lançamentos e demonstrações, mas se esquecem de ficar de olho nas leis tributárias vigentes.

É comum que empresas acabem perdendo isenções ou facilidades por causa dessa falta de atenção. Ainda que o contador não vire um tributarista, é essencial ficar ligado em novas jurisprudências e aos regulamentos e normas do segmento no qual esta atuando.

Errar o cálculo de impostos

O cálculo de impostos numa empresa é uma das áreas mais complexas da contabilidade e por isso é mais provável a erros do contador. Ele geralmente indica como preencher corretamente impostos como COFINS, ISS, PIS, entre outros. Errar nessas informações é um desastre: se for para mais, a corporação pode perder dinheiro, se for para menos, os gestores podem receber uma notificação do órgão responsável.

Além disso, esse profissional precisa gerar guias de pagamento e declarações periódicas. Se houver algum desacerto nos cálculos, a empresa pode ser muito prejudicada. Sistemas avançados automatizados de contabilidade podem contribuir para que isso não ocorra.

Esses são alguns erros mais comuns entre contadores e prejudiciais para uma empresa. Atenção, boas práticas e softwares automatizados são sempre  boas ideias para que isso não ocorra.

Ficou com alguma dúvida? Quer fazer uma sugestão? Deixe seu comentário para nós!

 

experimente.jpgnovo

 

Melhor Gestão de Tempo com a automação

Ganhar tempo é essencial em uma empresa. Você sabe como otimizar a gestão de tempo através da automatização?

Sem título.pngttexto

O tempo é algo muito importante dentro de uma empresa, e acaba sendo um fator decisivo para o sucesso. Saber organizar o próprio tempo reflete em toda etapa produtiva de sua empresa, impactando também na rotina dos funcionários, já que as rotinas pessoal e profissional de uma pessoa precisam estar em constante equilíbrio para evitar perda na capacidade produtiva. Por isso, muitos empresários buscam a cada dia mais, métodos para ganhar mais tempo e melhorar sua produção, pensando sempre em agilizar trabalhos e evitar problemas futuros. Tudo isso acaba fazendo com que a otimização se torne um diferencial. A forma mais funcional para a otimização é a automatização. Uma pratica funcional e que torna as tarefas automáticas, reduzindo o tempo de trabalho.

 

Logo_MGA_Com_Cadastre-se

 

A ação de automatizar é uma estratégia que torna as ações cotidianas mais fáceis e sem gerar preocupações. Trata- se de utilizar um software que mantem algumas tarefas sendo realizadas automaticamente. Um exemplo é a emissão de notas fiscais, que é uma tarefa que necessita ser feita toda vez que uma transação é realizada. E isso acaba se tornando algo chato e cansativo, além de perder muito tempo. Se for automatizada, as notas serão geradas automaticamente.

Um processo produtivo quando é automatizado é mais eficiente e rápido, otimizando a gestão e o tempo dentro da empresa, além de garantir que o negócio alcance resultados melhores. Gerir o tempo com a automação é tornar a empresa mais competitiva, além de ser fundamental para fazer a empresa crescer!

 

Experimente

 

 

6 Motivos para manter a contabilidade da sua empresa em dia

Sem título.pnggt

Todos sabemos que a contabilidade não é, e nunca foi brincadeira. As empresas precisam fazer da contabilidade uma ferramenta de gestão importante para qualquer negócio, setor e tamanho.  A contabilidade em ordem é fundamental para decidir melhor sobre investimentos, organizar as finanças – evitando problemas com o fisco – e facilitar o acesso aos investimentos com instituições bancárias.
E se você ainda não está convencido de que a contabilidade precisa estar 100% em ordem para o negócio prosperar, confira 06 dicas que  trata de contabilidade de empresas  que fazem toda a diferença.

 

1 – Tenha um serviço contábil 
Ao contrário do que é propagado aos quatro cantos, os microempreendedores individuais (MEI) precisam manter um serviço contábil na sua gestão – seja um profissional contratado, um escritório de contabilidade ou através de um serviço online seguro.

“Sempre ouço que as empresas do MEI não precisam de contabilidade, que é um grande engano. Ter um serviço profissional realizado por especialistas com anos de mercado faz com que o empresário possa se dedicar 100% ao seu negócio e não perca tempo com questões burocráticas. ”

2- Trate seu negócio como uma grande empresa
Você é um empresário independente do tamanho de sua empresa. A responsabilidade vai pesar em você sobre todas as decisões tomadas, não importa o tamanho do seu negócio:

“Não são apenas as grandes empresas que precisam ter a contabilidade em dia. Tendo muitos ou poucos funcionários, vendendo regionalmente ou exportando, não importa. O que pesa é a sua responsabilidade como dono do negócio. ”

3 –  Separe as contas bancárias                                                                                                   Sempre é necessário abrir uma conta bancária para a sua empresa e, desta maneira, evitar problemas mais graves no futuro:

“Separar as suas finanças pessoais e da empresa é essencial. É importante ter em mente que são duas entidades diferentes e a empresa tem encargos específicos. Ter uma nova conta assegura a independência do negócio. ”

4 – Não seja credor do governo   

Pode parecer uma dica desnecessária, mas deixar de pagar os seus impostos corretamente é mais oneroso e problemático do que parece:

“É fundamental evitar essas dívidas.  Se o seu negócio não der lucro com o pagamento de impostos, reformule-o rapidamente ou saia dele. Mas não fique devendo. ”

5 – Cuide do seu maior patrimônio, sua marca
Cuide de sua marca.

“Estamos falando da identidade do seu negócio, da imagem da sua empresa. Cuidar da contabilidade também significa cuidar da sua imagem. Uma empresa que esteja com problemas na esfera financeira, como no caso de impostos atrasados ou qualquer outro, desperta desconfiança não apenas dos consumidores, mas também de fornecedores e instituições bancárias. ”

6 – Utilize a contabilidade para ter lucro
Empresas e empresários abrem seus negócios para obterem lucro, portanto os preços e os custos devem ser calculados corretamente.

“Pense grande. Ao começar um negócio, utilize todas as ferramentas de planejamento e de organização que tiver à sua disposição e trabalhe duro. No caso da contabilidade, ela traz benefícios quando bem aplicada e evita gastos desnecessários. ”

Experimente

 

Minha empresa tem que guardar o XML das Notas Fiscais?

A emissão da Nota Fiscal Eletrônica (NFe), nota de venda de mercadoria é obrigatória nas empresas brasileiras, independente do tamanho. Entretanto, nem todo mundo sabe que o arquivo XML gerado na emissão da Nota Fiscal é em si a nota fiscal, ou seja este XML é em si o documento fiscal que ampara a comercialização legal de mercadorias no território nacional.

E você ai pensando no papel (Danfe) gerado, para vai, ta por fora…rs!

Este papel(Danfe), é uma mero documento sem valor legal, utilizado para acompanhar as mercadorias durante o transporte e assim viabilizar e tornar mais fácil a fiscalização, principalmente no tráfego destas mercadorias, só isso. Não serve de maneira alguma, para apresentar a receita federal em uma eventual fiscalização, o que vale de fato é o XML!

Então se o XML é o mais importante, por que você ainda guarda os Danfes?

Você sabia que o XML tem que ser guardado, armazenado e ficar a disposição da RFB por 5 anos, no mínimo?

Você sabia que as multas sobre a não apresentação destes documentos são altíssimas, e podem até mesmo fechar sua empresa, assim de uma hora para outra?

Vamos então falar do documento fiscal ou seja do XML e qual a importância de guardá-lo pelo tempo determinado na legislação (5 anos).

Vamos evitar problemas ai em sua empresa!?

Neste artigo, você entenderá tudo sobre esse tema.

O que é XML da Nota Fiscal?

O arquivo XML nada mais é do que um arquivo digital gerado em uma linguagem de computador que permite ali colocarmos todas as informações correlacionadas aquela transação comercial, é uma linguagem de demarcação preparada para o uso tanto na internet quanto em seu computador local, seu celular e outros.

O arquivo é gerado durante a emissão da NFe, quando o emissor vai realizar um venda e emissão da NFe ele deve se comunicar com a RFB e nesta comunicação ocorre a geração do XML (obviamente nada é tão simples assim, mais para o nosso caso os detalhes não importam agora).

Algumas características encontradas em todas as NFe:

Dados da NFe: valor total, número, modelo, série e datas de emissão;
Dados do emitente e do destinatário;
Dados dos produtos ou serviços;
Dados dos Impostos;
Totalizadores;
Parcelas;
Dados do transporte;e
Muitas outras informações.

A NFe, como sabemos, cumpre o papel de comprovar a propriedade sobre o bem ou serviço e permite ao Fisco verificar os detalhes sobre as transações realizadas pelos contribuintes. O formato XML da NFe é armazenado eletronicamente e sua validade é garantida por meio de uma assinatura digital (Certificação digital A1 e A3).

Por quanto tempo tenho que guardar o Danfe – papel que chegou junto com a mercadoria?

Nenhum, este documento, salvo uso interno amparado por processos internos, pode ser descartado assim que o entregador vai embora, sem risco nenhum para o seu negócio.

Por quanto tempo tenho que guardar o arquivo XML das Notas Fiscais?

A legislação determina que o XML da NFe precisa ser armazenado eletronicamente por 5 (cinco) anos tanto pelo vendedor quanto pelo cliente. O arquivo será necessário caso seja feita a troca do produto comercializado ou quando a Receita Federal exigir. Caso a empresa perca o arquivo XML, poderá arcar com multas que podem passar de R$ 1.200 por documento não apresentado no momento da fiscalização.

O emitente e o destinatário deverão manter em arquivo digital das NFes pelo prazo estabelecido na legislação tributária para a guarda dos documentos fiscais.

O que diz o CONFAZ sobre a guarda dos arquivos XML da NFe

O CONFAZ através da Cláusula décima do Ajuste SINIEF 07/2005, determina:

O emitente deverá manter a NFe em arquivo digital, sob sua guarda e responsabilidade, pelo prazo estabelecido na legislação tributária, mesmo que fora da empresa, devendo ser disponibilizado para a Administração Tributária quando solicitado.

Como uma solução de consulta e guarda de documentos fiscais pode ajudar

Consulta automática de NFe em lote

Para consultar um arquivo XML é necessário utilizar softwares específicos, sendo um deles disponibilizado pela própria Secretaria da Fazenda. Para isso, é preciso digitar a chave de acesso da NFe, composta por 44 dígitos e inserir o certificado digital para, então, baixar xmls um a um.

Mas se você contratar a solução da SOBIT, obteremos automaticamente todas as NFes, NFSes e CTes emitidas contra o CNPJ da empresa (notas de compra), bastando apenas cadastrar a sua empresa em nosso sistema.

A SOBIT faz isso por meio do CNPJ e do certificado digital da empresa, garantindo, assim, que todos os documentos fiscais emitidos contra um determinado CNPJ sejam consultados e fiquem armazenados na nuvem.

O sistema da SOBIT otimiza muito a gestão e armazenamento dos documentos fiscais, os XMLs. Nem precisa falar o quanto isso é benéfico, ter o que você precisa a mão, no instante que precisa, saber que está sendo bem guardado é bom de mais!

Um sistema automatizado de gestão das Notas Fiscais e arquivamento do XML é fundamental se sua empresa pretende economizar tempo, otimizar a gestão das notas e até mesmo extrair informações dos arquivos armazenados que sejam úteis para o planejamento estratégico e tomada de decisão.

Com as soluções da SOBIT, os profissionais responsáveis pela área fiscal e contábil, terão a certeza de trabalhar com o que há de mais avançado quando o assunto é XML – NFe.

Ficar de acordo com a lei, armazenar os XMLs é apenas um plus dentre todas a vantagens ao utilizar nossas solução.

Facebook
https://www.facebook.com/Sobit-Solu%C…

Web Site
http://www.sobit.com.br

comericial@sobit.com.br
Suporte: (0XX11) 4805-1247
Suporte: (0XX11) 2709-4077
Comercial: (0XX11) 2709-4266
Financeiro/Comercial: (011) 2816-3442 (011) 9 7557 – 5122 (vivo) (011) 9 7217 – 6756

experimente.jpgnovo

MANIFESTO DE DESTINATÁRIO NA NF-E É OBRIGATÓRIO DESDE 1º.01.2014 PARA OPERAÇÕES COM VALORES SUPERIORES A R$ 100.000,00.

Com a Manifestação do Destinatário, a Receita Federal Brasileira permite que o destinatário da NF-e confirme sua coparticipação na operação acobertada pela NF-e emitida contra seu CNPJ.

Esta solução foi criada pela RFB para permitir que o destinatário da NF-e possa se manifestar sobre a sua coparticipação comercial descrita na NF-e, confirmando as informações prestadas pelo seu fornecedor e emissor do respectivo documento fiscal. Este processo é composto de quatro eventos:

1. Ciência da Operação;
2. Confirmação da Operação;
3. Registro de Operação não Realizada;
4. Desconhecimento da Operação. 

Da Obrigatoriedade:

A partir de 01.03.2014 para os estabelecimentos distribuidores de combustíveis:

A partir de 01.07.2013 para os postos de combustíveis e transportadores, e revendedores retalhistas;

A partir de 01.01.2014 o manifesto de destinatário para a NF-e, será obrigatório para operações com valores superiores a R$ 100.000,00.

A manifestação do destinatário obedecerá aos seguintes procedimentos:

a) Ciência da operação: Recebimento pelo destinatário de informações relativas à existência de NF-e em que ele é destinatário, mas ainda não há elementos suficientes para apresentar uma manifestação conclusiva;
Obs.: O Evento da “Ciência da operação” não representa a manifestação do destinatário sobre a operação, mas unicamente dá condições para que o destinatário obtenha o arquivo XML; este evento registra na NF-e que o destinatário da operação, constante nesta NF-e, tem conhecimento que o documento foi emitido, mas ainda não expressou uma manifestação conclusiva para a operação.

b) Confirmação da operação: Manifestação do destinatário confirmando que a operação descrita na NF-e ocorreu;
Obs.: Após a Confirmação da Operação pelo destinatário, a empresa emitente fica impedida de cancelar a NF-e. Apenas o evento Ciência da operação não inibe a autorização para o pedido de cancelamento da NF-e, conforme o prazo definido na legislação vigente.

c) Operação não realizada: Manifestação do destinatário declarando que a operação descrita na NF-e foi por ele solicitada, mas não foi efetivada;
Obs.: Este evento será informado pelo destinatário quando, por algum motivo, a operação legalmente acordada entre as partes não se realizou (devolução sem entrada física da mercadoria no estabelecimento do destinatário, sinistro da carga durante seu transporte, etc.)

d) Desconhecimento da operação: Manifestação do destinatário declarando que a operação descrita da NF-e não foi por ele solicitada.
Obs.: Este evento tem como finalidade possibilitar ao destinatário se manifestar quando da utilização indevida de sua Inscrição Estadual, por parte do emitente da NF-e, para acobertar operações fraudulentas de remessas de mercadorias para destinatário diverso. Este evento protege o destinatário de passivos tributários envolvendo o uso indevido de sua Inscrição Estadual/CNPJ.

O destinatário deve apresentar uma manifestação conclusiva dentro de um prazo máximo definido, contados a partir da data de autorização da NF-e. Este prazo é parametrizável e atualmente está definido em 180 dias.

No link abaixo consta mais orientações detalhadas sobre o processo de manifestação do destinatário.

http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/perguntasFrequentes.aspx?tipoConteudo=yjOJMwFOkA0=

Facebook
https://www.facebook.com/Sobit-Solu%C…

Web Site
http://www.sobit.com.br

comericial@sobit.com.br
Suporte: (0XX11) 4805-1247
Suporte: (0XX11) 2709-4077
Comercial: (0XX11) 2709-4266
Financeiro/Comercial: (0XX11) 2816-3442 (011) 9 7557 – 5122 (vivo) (011) 9 7217 – 6756